SFH ou SFI: qual o melhor tipo de financiamento imobiliário para mim?

Por trás de cada sigla diferente, existem características específicas que podem te favorecer. Descubra tudo sobre o melhor tipo de […]

Por Tarjab
Em 15 de fevereiro de 2022

Por trás de cada sigla diferente, existem características específicas que podem te favorecer. Descubra tudo sobre o melhor tipo de financiamento imobiliário para você.

O financiamento imobiliário é notoriamente a solução mais procurada na hora de comprar um imóvel. Porém, o que pode acabar passando despercebido, principalmente para compradores de primeira viagem, é que não existe apenas um só tipo de financiamento imobiliário à disposição.

 

SFH ou SFI: qual o melhor tipo de financiamento imobiliário para mim?

 

Assim como você pode escolher em qual banco prefere solicitar seu crédito imobiliário, também é preciso ter muito claro a noção de qual modalidade de financiamento você pretende ingressar.

Não sabe quais são os tipos de financiamento disponíveis hoje? Não tem problema – continue conosco para descobrir tudo sobre o tema.

Definindo o seu tipo de financiamento imobiliário

Para definir o tipo de financiamento imobiliário ideal, primeiro é necessário que você identifique quais são os seus recursos e o que deseja utilizar na hora de pedir crédito.

Por exemplo: você pretende utilizar recursos do governo, como o Casa Verde e Amarela? Qual o orçamento máximo que está disposto a aceitar? Qual sua renda mensal?

Com tudo isso na ponta do lápis, você já pode avaliar sua situação e optar pelo SFI ou SFH e suas respectivas condições. Ambos fazem parte do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), mas apresentam características específicas para cada público.

LEIA MAIS: SAIBA COMO ECONOMIZAR PARA COMPRAR SEU APARTAMENTO PRÓPRIO

Sistema Financeiro de Habitação – SFH

O Sistema Financeiro de Habitação (SFH) é um tipo de financiamento imobiliário que tem como principal característica a possibilidade de financiamento de até 80% do valor do imóvel (que pode ser avaliado em até R$1.5 milhão), e prazo mais estendido para o pagamento da dívida, que chega a 35 anos. A principal intermediadora é a Caixa Econômica Federal. 

Da mesma forma, outra característica forte do SFH são os juros mais baixos e fixos. Por lei, esse tipo de financiamento imobiliário pode cobrar até 12% + Taxa Referencial. 

Entretanto, é comum que instituições financeiras cobrem juros menores. Tudo varia, claro, de acordo com o momento econômico do País e de instituição para instituição. 

Dentre vários requisitos básicos (ser brasileiro, não possuir restrições no CPF, por exemplo), as principais exigências desse tipo de financiamento imobiliário são não possuir outro financiamento em andamento e ter rendimentos suficientes para que o valor da prestação + encargos não excedam 30% da renda mensal.

Existem dois tipos de financiamento dentro do Sistema Financeiro de Habitação. São eles:

Casa Verde e Amarela

O Casa Verde e Amarela é um tipo de financiamento imobiliário voltado para pessoas com renda mensal entre R$2.000 e R$7.000. Nele, as taxas de juros caem significativamente, possibilitando condições diferenciadas. 

Assim, uma dessas condições são os subsídios oferecidos pelo Governo no caso de pessoas com renda até R$4.000, o que auxilia a amortização e quitação do imóvel em menos tempo.

Carta de Crédito do FGTS – CCFGTS

A CCFGTS é um tipo de financiamento imobiliário / recurso que pode ser utilizado não só para comprar a casa própria, mas para construir sua própria residência, reformá-la ou para abater o valor de entrada e/ou parcelas do financiamento. Tudo isso utilizando o valor acumulado do tempo de serviço. 

Sistema Financeiro de Imóveis – SFI

Se você não se enquadra no SFH, seja pelo valor do imóvel ou pelos recursos próprios ou benefícios, então se enquadrará no Sistema Financeiro de Imóveis (SFI).

O SFI é um tipo de financiamento imobiliário que permite compras acima de R$ 1.5 milhão e não possui restrição em relação a outros financiamentos abertos.

Por isso mesmo, a aprovação de crédito pode ser mais simplificada. Por outro lado, ele não permite o uso do FGTS como método de abatimento e as taxas de políticas de juros são sujeitas a cada instituição financeira.

LEIA MAIS: SAIBA QUAIS SÃO OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SEU FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO

Como as parcelas se comportam nos tipos de financiamento?

Agora que você já sabe qual o tipo de financiamento imobiliário ideal para você, é preciso entender como as parcelas vão funcionar.

De modo amplo, existem três formas para pagar o empréstimo: Price, SAC e SACRE.

Tabela Price

Nesse tipo de financiamento imobiliário, as parcelas são fixas do começo ao fim do período de pagamento. 

Ela é útil para quem deseja ter uma previsão exata das despesas, mas pode não ser tão eficiente em cenários de alta da inflação. De fato, ela segue cada vez mais em desuso no Brasil.

SAC

O Sistema de Amortização Constante (SAC) apresenta juros variáveis de acordo com o valor devido.

Em outras palavras, isso significa que o valor da prestação 200 será menor do que o da prestação 1. Isso porque uma vez que quanto mais parcelas são pagas, menor o valor devido.

SACRE

A junção do SAC com o Price deu origem ao Sacre, o Sistema de Amortização Crescente. Aqui, as parcelas aumentam com o passar do tempo, até o ponto em que começam a cair.

Dessa forma, o cálculo da taxa de juros é sempre refeito no início de cada ano com base no valor ainda devido, o que reduz significativamente o montante pago.

Conheça os imóveis Tarjab

Tão importante quanto saber qual o melhor tipo de financiamento imobiliário e parcelas para você, é o custo / benefício do imóvel que pretende adquirir. 

A Tarjab sabe disso, e proporciona condomínios em bairros estrategicamente localizados e equipados com tudo o que você precisa para aproveitar ao máximo o seu novo lar. Conheça mais sobre nossos empreendimentos!

banner cta cartilha documentos para financiamento imobiliário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.