Contato via e-mail

O que fazer para quitar o financiamento imobiliário com 5 dicas simples

Antes de decidir por fazer um financiamento imobiliário, é importante que você saiba se planejar. Para quem já deu início a compra de um imóvel com essa forma de pagamento, deve anotar essas dicas para entender o que fazer para quitar o financiamento imobiliário.

Neste artigo separamos 5 dicas para que esta dívida não se torne uma dor de cabeça, mas uma forma de obter a realização de um sonho.

Aqui você encontrará:

  • 5 dicas para saber o que fazer para quitar o financiamento imobiliário
  • Dica extra: open banking

5 dicas para saber o que fazer para quitar o financiamento imobiliário

O financiamento é uma dívida que pode durar muitos anos. Algumas dicas podem ajudar a quitar o financiamento imobiliário mais rapidamente.

Para que isso ocorra é preciso que você seja organizado financeiramente e que mantenha sua vida financeira controlada.

Sabendo o que fazer para quitar o financiamento imobiliário, facilitará na hora de tomar a decisão de escolher essa forma de pagamento ou não. Confira essas dicas simples:

1. Amortização com FGTS

Em 2021, a Caixa Econômica Federal liberou a amortização com FGTS para o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) também, possibilitando que mais pessoas possam quitar o financiamento imobiliário, além de quem usou o Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

Ainda assim, algumas regras devem ser seguidas:

  • Ter no mínimo 3 anos de trabalho de carteira assinada, consecutivo ou não;
  • Não ser proprietário ou usufruir de um imóvel residencial no seu município de residência ou local de trabalho, incluindo cidades vizinhas ou da região metropolitana;
  • O valor do imóvel deve ser menor que 1,5 milhão de reais;
  • O imóvel deve ser residencial urbano, sendo assim, a finalidade precisa ser que o comprador more no imóvel;
  • O imóvel tem de estar registrado no cartório de registro de imóveis.

Entre diminuir o prazo do financiamento imobiliário e o valor das parcelas, vale considerar que os juros incidem no saldo devedor, sendo preferível diminuir o valor das parcelas.

2. Portabilidade do financiamento imobiliário

Outra facilidade que permite a amortização ou mesmo que você consiga quitar o financiamento, é a portabilidade. Esse recurso ajuda a reduzir a taxa de juros.

Esse processo envolve a transferência de crédito, por pedido do usuário, de uma instituição financeira para outra.

Com essa mudança é possível economizar um valor e redirecionar a quantia para o pagamento do saldo devedor. Antes de usar a portabilidade, analise cuidadosamente se vale a pena.

3. Se planeje e faça cortes

Para ajudar a quitar o financiamento imobiliário, o planejamento é imprescindível. Deixe sempre reservado uma porcentagem do salário para investir em uma modalidade de investimento que você possa retirar em caso de imprevisto, sem comprometer a reserva de emergência.

Corte gastos supérfluos e procure formas de conseguir uma renda extra, pode ser com venda de comida ou objetos de artesanato.

Se mantiver o planejamento e evitar gastos desnecessários, poderá quitar mais rápido.

4. Use o 13º salário

Se estiver com tudo em dia, seguindo o planejamento, uma excelente opção é usar o 13º salário para quitar o financiamento.

Levando em conta que a parcela pode ser no máximo 30% da renda mensal, o 13º salário cobre ao menos 3 parcelas.

Considere que é preciso manter a reserva de emergência com um valor de pelo menos seis meses de custos fixos mensais. Então dê preferência por manter esse montante.

5. Registre o termo de quitação do financiamento do imobiliário

Quando já tiver quitado o financiamento imobiliário, você precisará registrar o termo de quitação da dívida no Cartório de Registros de Imóveis no qual o seu apartamento ou a sua casa está registrado.

O documento é emitido pela instituição financeira e é a sua garantia de que seus deveres de pagamento foram cumpridos.

Dica extra: open banking

Uma nova direção foi dada para a relação entre cliente e bancos em 2021. O open banking estabelece que os seus dados te pertencem e, portanto, você pode ou não autorizar a utilização das suas informações.

Essa nova diretiva permitirá que o próprio usuário escolha os serviços e produtos que atenderem melhor as suas necessidades.

O open banking facilitará o acesso ao crédito imobiliário, utilizando o aplicativo do banco que você deseja fazer o financiamento e liberando acesso aos seus dados. Isso também possibilitará agilidade na portabilidade.

Agora que você já sabe o que fazer para quitar o financiamento imobiliário, já pode realizar o seu sonho da casa própria.

Aproveite para compartilhar esse conteúdo nas suas redes sociais e assinar nossa newsletter para ficar por dentro das novidades do mercado imobiliário.

Compartilhe:

Canais de venda

                       canal de venda dos imoveis são paulo Canal de vendas 11 3181 6082
corretor e atendimento online Atendimento Online
                       atendimento via whatsapp Atendimento por Whatsapp Atendimento por Whatsapp
                           atendimento venda imóveis por e-mail Atendimento E-mail

Fique por dentro!

Assinando nossa newsletter você fica por dentro de tudo que acontece com os nossos projetos e recebe todas as dicas do nosso blog em primeira mão.

Online
E-mail