Contato via e-mail

É possível financiar dois imóveis ao mesmo tempo? Saiba como

Se você está pensando se é possível financiar dois imóveis ao mesmo tempo, precisa saber que essa decisão envolve muitas outras questões.

Apesar de ser permitido, ter duas dívidas concomitantes pode comprometer o orçamento familiar e um segundo financiamento não tem as mesmas facilidades do primeiro.

Neste artigo você encontrará a resposta para as suas principais dúvidas:

  • Quem já tem um imóvel financiado pode financiar outro?
  • Saiba como funciona o financiamento do segundo imóvel
  • Qual o momento ideal para financiar dois imóveis?
  • Pode usar o FGTS para o segundo imóvel?
  • Pode ter dois financiamentos em bancos diferentes?
  • Vale a pena investir em um segundo imóvel financiado?

Quem já tem um imóvel financiado pode financiar outro?

Desde 2016, a Caixa permite o segundo financiamento pelo mesmo CPF. Os bancos autorizam que seja feito um segundo financiamento para a compra de um segundo imóvel, mesmo que você ainda não tenha quitado o primeiro.

A atenção ao contrato deverá ser para que ele tenha os mesmos termos e condições do primeiro. Além disso, o financiamento do segundo imóvel tem algumas restrições de pagamento usando programas habitacionais, que mencionaremos mais adiante.

Pedir dois financiamentos, apesar de permitido, deve ser pensado com calma e lembrando sempre que as parcelas dos dois financiamentos somados não devem comprometer mais de 30% da sua renda

O requerente não precisa se limitar a dois financiamentos, pode fazer quantos quiser, desde que consiga arcar com a dívida sem comprometer mais de 30% do orçamento. O segundo financiamento pode, inclusive, ser feito em outro banco e não é necessário fazer a portabilidade.

Saiba como funciona o financiamento do segundo imóvel

Bem semelhante ao primeiro financiamento, no segundo você faz a proposta à instituição financeira, se submete a análise de crédito e estabelece condições para o financiamento e, caso aceite, assine o contrato.

Os mesmos documentos apresentados no primeiro financiamento são solicitados no segundo. Se a sua renda não for compatível com mais de um financiamento, o banco pode negar.

Embora não possa fazer o segundo financiamento pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação), é possível financiar dois imóveis usando programas como o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Esta é uma linha de crédito oferecida pelos lucros, que utilizam os rendimentos da poupança.

Além disso, o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) também está disponível para o segundo financiamento. Tendo regras menos rígidas, sem valor máximo do imovel, cuidado com comprometimento de renda e sem um valor limite de juros.

Qual o momento ideal para financiar dois imóveis?

O momento ideal é após a conclusão do primeiro financiamento. Porém, é possível financiar dois imóveis ao mesmo tempo e vale ficar de olho nas taxas (Selic e IPCA) e avaliar se vale o investimento e se consegue se comprometer com esse débito.

É importante conversar com a família e colocar na ponta do lápis os custos, e assim verificar se é possível se comprometer com mais uma dívida.

Esse planejamento é fundamental para que você não aja por impulso e acabe se prejudicando financeiramente no futuro.

Pode usar o FGTS para o segundo imóvel?

O uso do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para o financiamento imobiliário é bem restrito para o segundo imóvel.

Apesar da Caixa ter liberado o uso do Fundo para a amortização do financiamento na modalidade SFI, o financiamento de um segundo imóvel tem restrições da Caixa. O requerente não pode ter imóvel no mesmo endereço de moradia e trabalho, nem mesmo nas cidades vizinhas ou região metropolitana.

É possível financiar dois imóveis em bancos diferentes?

Como dissemos anteriormente, é possível fazer financiamento de mais de um imóvel em bancos diferentes. Será feita a mesma análise de crédito e se levará em conta os outros financiamentos.

Esses outros financiamentos estão sujeitos às mesmas restrições do primeiro, e serão somados para se enquadrar na lei do Plano de Comprometimento da Renda.

Pela Lei Nº 8.692 de 28 de julho de 1993, os contratos de financiamento habitacional não podem ultrapassar 30% da renda bruta do solicitante destinado para o pagamento das prestações.

Desde 2006 é possível ainda fazer a portabilidade do financiamento imobiliário, ou seja, uma transferência de crédito por meio de uma operação feita a pedido do cliente, de uma instituição financeira para outra.

Vale a pena investir em um segundo imóvel financiado?

Quando falamos de investir em um segundo imóvel, o ideal é já ter quitado o primeiro. Mas se não comprometer sua renda, é possível financiar dois imóveis ao mesmo tempo, pensando em um para investir e quando finalizar será um investimento seguro.

O segundo imóvel é um acréscimo de renda relativamente tranquilo à longo prazo, pois os custos de manutenção são baixos e as prestações podem ser pagas com o aluguel.

Caso você não queira usar o segundo imóvel para renda extra, e o pagamento couber no orçamento familiar, vale investir em um apartamento para lazer.

Vivemos em um bom momento com preços mais baixos e boas possibilidades de negociação para formas de pagamento e é a oportunidade de fazer um bom negócio e conseguir financiar dois imóveis ao mesmo tempo.

Tirou todas as suas dúvidas sobre o financiamento de dois imóveis? Deixe seus comentários abaixo e assine nossa newsletter para saber das novidades do mercado imobiliário.

Compartilhe:

Canais de venda

                       canal de venda dos imoveis são paulo Canal de vendas 11 3181 6082
corretor e atendimento online Atendimento Online
                       atendimento via whatsapp Atendimento por Whatsapp Atendimento por Whatsapp
                           atendimento venda imóveis por e-mail Atendimento E-mail

Fique por dentro!

Assinando nossa newsletter você fica por dentro de tudo que acontece com os nossos projetos e recebe todas as dicas do nosso blog em primeira mão.

Online
E-mail