Plantas flexíveis: o que são e como aproveitar no seu imóvel?

Você já pensou em ter um apartamento que se adapte às suas necessidades ao longo da vida? Com as plantas […]

Por Tarjab
Em 12 de abril de 2022

Você já pensou em ter um apartamento que se adapte às suas necessidades ao longo da vida? Com as plantas flexíveis, isso é possível! 

 

Uma das principais considerações na hora de comprar um apartamento nos últimos anos, é a versatilidade do imóvel. O conceito de plantas flexíveis (ou plantas livres) soluciona essa questão e entrega o máximo de versatilidade que um imóvel pode oferecer.

Ou seja: em tempos de trabalho remoto, é fundamental a presença de um espaço para home office em casa. Se, dentro de alguns anos, essa não for mais a realidade vigente, então esse espaço pode acabar perdendo sua função.

plantas flexíveis do refuge bosque da saúde
Modelo de planta adaptada de projeto Tarjab.

Em um apartamento com planta flexível, esse cômodo “sobrando” nunca estaria, de fato, sem utilidade, graças à sua capacidade de adaptação.

Para entendermos melhor, vamos nos aprofundar no conceito de planta flexível.

O que é uma planta flexível?

Um imóvel que apresenta planta flexível é pensado para atender moradores com diversos estilos de vida no mesmo condomínio, ainda possibilitando a reestruturação do local ao longo do tempo, se necessário. Este conceito surgiu com o arquiteto suiço Le Corbusier, ainda na década de 50, perpetuando-se até os dias atuais. 

Em outras palavras, uma planta flexível é feita de modo que toda a tubulação hidráulica e fiação elétrica se concentre em paredes estruturais – isto é, paredes que não podem ser alteradas. 

Dessa forma, à exceção de poucas paredes estruturais, todas as demais podem ser removidas ou ajustadas, abrindo novos cômodos, ou excluindo outros em detrimento de maior amplitude.

Tudo isso é possível graças ao uso do drywall.

Drywalls são seguros?

Apesar da fama, drywalls são altamente seguros e qualificados como elementos fundamentais em empreendimentos imobiliários, sobretudo quando se tem por objetivo criar uma planta flexível.

O drywall é um modo de construção a seco, pois utiliza pouca ou nenhuma água. Trata-se de duas placas que revestem uma parte de gesso. Apesar do mito de que o drywall não é resistente, o material é adequado para suportar tremores e vibrações sem sofrer danos.

LEIA MAIS: Certificação A2S: cuidado da Tarjab com o seu bem-estar

O material também é termoacústico, e permite que sejam pendurados objetos de até 60km/m² na parede. 

Existem outras formas de se construir uma planta flexível, como concreto armado e blocos de plástico.  O concreto armado possui uma estrutura de aço por dentro, facilitando sua remoção, e os blocos de plástico são rápidos de montar e dispensam o uso de argamassa, porém ainda são muito difíceis de encontrar no Brasil.

banner cta ebook saiba como valorizar imóvel

Quais os benefícios das plantas flexíveis?

O principal benefício é poder montar e, principalmente, adaptar seu apartamento de acordo com suas necessidades, fazendo com que ele seja sempre perfeito e sob medida para você.

Você pode, por exemplo, remover a parede que separa a cozinha da sala de jantar, e criar uma cozinha ampliada, tornando o momento do jantar em família muito mais prazeroso. Ou, então, ampliar a sala de estar com a varanda, aproveitando muito mais a luz natural e ampliando o espaço significativamente.

Mais do que isso, você pode dar novas finalidades a cômodos que talvez não use mais. Os filhos cresceram, foram morar sozinhos e agora existe um quarto “sobrando”? Em um apartamento com planta flexível, você pode remodelar esse ambiente, removendo algumas paredes e, dependendo da disposição do antigo quarto, o transformar em uma extensão da sala de estar ou, então, em um closet integrado ao seu quarto.

As possibilidades são infinitas, e é por isso que você sempre terá um apartamento único.

E quais as vantagem das plantas flexíveis para quem quer investir em apartamento?

Ao investir em um apartamento com planta flexível, você terá em mãos uma unidade que se adapta não apenas a diversos perfis de moradores, mas que se adapta também às principais tendências do mercado imobiliário.

Então, se você investir em um apartamento na planta com conceito fechado hoje e, próximo do recebimento das chaves, perceber que o conceito aberto está em alta e possui maior procura, então pode fazer essa alteração na sua unidade, ficando por dentro do que se espera no mercado.

LEIA MAIS: Por que imóveis devem ser sua primeira opção de investimento?

Assim, você garante um imóvel com alta demanda de aluguel e até mesmo compra.

As plantas flexíveis da Tarjab

Os projetos da Tarjab contam sempre com mais de uma opção de planta e assim o cliente tem mais possibilidades, escolhendo aquelas que melhor atendam suas necessidades. O Aurora, empreendimento da Saúde com previsão de entrega para outubro de 2024, já antecipa, por exemplo, a escolha entre cozinha de conceito aberto e fechado em duas plantas distintas. O Refuge Bosque da Saúde, por exemplo, possui 6 opções de plantas, onde é possível optar entre uma sala ampliada e um terceiro quarto.

A cada empreendimento a Tarjab procura trazer inovação e deixar ainda mais personalizado. O Lauto Vila Mariana, por exemplo, foi projetado com 9 opções de plantas, já com a possibilidade de conceito aberto.

Para manter essa visão no futuro, o Harmonie Saúde, foi pensado para manter a privacidade e separar os dias de descanso dos dias de trabalho.

O escritório Marchi Arquitetura, responsável pelo projeto de arquitetura do Harmonie Saúde, fez uma planta inteligente projetada para o novo morar e levando em conta que passamos mais tempo dentro de casa. O home office pode ser separado da sala de estar por meio de um painel ou biombo, tornando o ambiente altamente adaptável.

Gostou do nosso artigo? Então, não deixe de compartilhar nas suas redes sociais e de deixar o seu comentário aqui! Aproveite também para assinar nossa newsletter e ficar por dentro de tudo que acontece no blog da Tarjab.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.