Compra de imóveis: passo a passo para adquirir a sua unidade habitacional

O ideal é ter o cuidado de envolver mais a razão do que a emoção na análise e compra   […]

Por Tarjab
Em 11 de outubro de 2021

O ideal é ter o cuidado de envolver mais a razão do que a emoção na análise e compra

 

Portal Mapa da Obra
Por Carla Rocha

 

Um dos maiores sonhos dos brasileiros é a aquisição do seu primeiro imóvel. No entanto, muitas vezes, além de enfrentar o planejamento financeiro, existem muitas dúvidas para conseguir transformar este sonho em realidade. A compra de imóveis envolve burocracias, como a comprovação de renda, entrega de documentações, escolha de sistema de taxas de juros para o financiamento, análise dos bancos e das propostas, além, é claro, da escolha da incorporadora e do imóvel em si.

Portanto existem alguns pontos a considerar, como a escolha de um produto que atenda aos desejos do comprador, flexibilidade de pagamento, financiamento imobiliário a longo prazo, contratação de itens de personalização que sejam entregues junto com as chaves com comodidade e segurança, assistência técnica de 5 anos e pós-entrega.
Para Giovanni Grossi, diretor comercial da Tarjab, quem planeja adquirir um imóvel na planta por meio de financiamento deve pesquisar, pois o mercado conta com ótimas condições oferecidas pelas instituições financeiras, mas é preciso estar atento às documentações e procedimentos antes de assinar o contrato.

“Não deixe de realizar uma ampla pesquisa em diversos bancos que oferecem crédito imobiliário. Normalmente, é possível realizar uma simulação no próprio site da instituição financeira, na qual é possível calcular o prazo, valores da entrada e parcelas”, aconselha.

Além disso, é fundamental pesquisar o passado e a credibilidade da incorporadora do empreendimento para entender se ela tem um bom histórico de entregas e se não tem muitas reclamações. “Importante ainda olhar, seja nas redes sociais da empresa ou sites como Reclame Aqui, se as reclamações são atendidas e em que velocidade, além de comparar o volume de reclamações com o tamanho da empresa”, alerta.

 

Como se preparar para adquirir a primeira unidade habitacional?

 

Existem várias opções para realizar o pagamento do imóvel, entre elas, está o financiamento bancário, uma alternativa para quem quer comprar seu primeiro imóvel. Recentemente as instituições bancárias criaram novas modalidades, propondo novos indexadores, proporcionando maior acesso e facilidade na aquisição do imóvel. Ser maior de idade, comprovar renda com limite exigido pelo banco, e não ter o nome incluso nos serviços de proteção ao crédito são algumas exigências feitas pelos bancos e instituições financeiras para concessão de crédito e financiamento. Caso não sejam atendidas, o pedido é rejeitado pela instituição.

 

1) Primeiramente, é preciso ter uma visão clara do que você procura e precisa, como bairro, metragem, valor por metro quadrado, lazer, etc. Ter essa predefinição te ajudará a filtrar o que de fato faz sentido para você.

2) É fundamental visitar diversas opções dentro do bairro para te permitir realizar essas comparações. Se puder listar os principais itens, isso te ajudará na comparação.

3) Visite o local onde o empreendimento será construído e seu entorno, não apenas com o olhar do hoje, mas com o olhar do que pode acontecer com esse entorno nos próximos anos, um imóvel na planta é um investimento de longo prazo. Algumas incorporadoras possuem plantões exclusivos de atendimento e levam o cliente ao terreno. É importante para conhecer o bairro em questão.

4) Além disso, verificar todos os itens que serão entregues de fato com o apartamento, se o seu interesse for real no produto, solicite o memorial descritivo do imóvel, nele você terá tudo que será entregue no apartamento e no empreendimento.

Ainda, segundo o diretor comercial, é importante verificar também se a metragem escolhida é adequada a sua necessidade. Conhecer o apartamento decorado, caso tenha, pode ser uma solução interessante, mas sempre com o cuidado de envolver mais a razão do que a emoção na análise. Uma dica importante é ter uma ideia de quanto foi investido pela incorporadora para deixar o apartamento daquele modo, assim você terá um balizador para a sua reforma e investimento final no imóvel. “Outro ponto importante é a questão financeira, estar atento se o imóvel cabe de fato no seu bolso”, ressalta.

 

Matéria Publicada originalmente no Portal Mapa da Obra

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.